Bank of America requer patente para sistema de processamento baseado em Blockchain

O Bank of America apresentou pedidos de um par de patentes para um sistema baseado em Blockchain com o objetivo de melhorar o rastreamento do processamento de transferência de arquivos em tempo real. Sob o sistema, um Blockchain pode ser integrado com dispositivos de comunicação e memória para facilitar o processo de processamento de dados.

Com base nos pedidos de patente a partir de meados de outubro de 2017, o banco propõe o uso de um Blockchain para facilitar a transferência de grandes volumes de dados enquanto simultaneamente rastreia os dados através do uso de chaves criptográficas durante o processo de transferência.

O sistema será capaz de lidar com dois tipos de processamento de dados, a saber, a própria transferência de dados propriamente dita e o log das chaves criptográficas que identificam cada pacote de dados e sua atual etapa de processamento.

Parte dos pedidos de patente dizia:

“O presente invento é direcionado a fornecer uma solução técnica inovadora que reduz as complexidades transacionais e informacionais e transforma o processamento de arquivos eletrônicos e gerenciamento de dados contidos nesses arquivos”.

Os esforços de pesquisa do Bank of America em Blockchain
Os mais recentes requerimentos fazem parte do esforço do principal banco americano para estabelecer um portfólio de aplicações protegidas da tecnologia Blockchain. O banco já registrou mais de 20 patentes relacionadas à tecnologia ou moedas digitais desde 2014 em agosto.

Entre as patentes requeridas estão três patentes baseadas no uso de livros-razão distribuídos para autenticar a veracidade das informações e as partes que lidam com isso e duas patentes com base em um sistema de pagamento P2P (peer-to-peer) que é alimentado por um Blockchain. O mega banco também apresentou um lote de patentes que cobrem quase todo o processo de troca e pagamento de criptomoedas, incluindo validação de transações, detecção de riscos, conversão em tempo real, bem como armazenamento on-line e off-line.

COMPARTILHAR